Tratamento radical contra vício em drogas pode até levar Leo Dias à morte

Leo DiasLeo Dias (Foto: Reprodução)

Leo Dias anunciou recentemente que vai inciar um tratamento radical contra o vício em cocaína. O incentivador foi seu patrão, Silvio Santos.

"Chegou aos meus ouvidos que alguns diretores do SBT cogitaram me demitir, mas Silvio Santos não deixou. Ele disse: 'Não vou demitir o rapaz. Primeiro porque ele é bom. Segundo porque ele está doente'. Fui poupado da demissão porque Silvio Santos tem ciência de que estou doente. Isso me deu um choque", declarou o jornalista.

O jornalista ficará internado numa clínica no interior de São Paulo e fará tratamento à base de ibogaína, uma substância que causa alucinações e pode levar à morte, mas é eficiente no combate ao vício. O colunista de 43 anos entrega que está com medo. "Já me senti tantas vezes à beira da morte. Vai ser mais uma. Na verdade, estou cagando de medo. Não de morrer, mas do meu cérebro. Minha grande virtude é meu cérebro, sou um jornalista muito rápido. Morro de medo de sair zoado", declara Leo.

Aos 43 anos, Léo Dias contou ao jornalistas da Jovem Pam que é dependente químico desde 2001, quando morou na Austrália. O colunista já passou por um "rehab" há alguns anos. A clínica fica no Rio de Janeiro e é frequentada por diversos famosos, mas Dias relata que não se adaptou aos métodos do estabelecimento. 

Em alguns momentos, Leo chegou ao faltar ao trabalho. "É melhor ficar em casa do que ser vítima de chacota na internet", justificou na entrevista.

Curta a fanpage do Fofoca.TV no Facebook e receba notícias dos famosos

Estamos também no Google Plus + Curta nossa Pagina