Advogado de Hamber Heard condenam a revista britânica GQ e Johnny Depp

Amber Heard e Johnny DeppAmber Heard e Johnny Depp (Foto: Reprodução)

Johnny Depp quebrou o silêncio sobre as acusações de agressão, feitas pela ex-esposa, Amber Heard. Ele, que foi capa da edição britânica da GQ, negou as acusações e deixou bem claro sua insatisfação quanto a repercussão do caso, que afetou não só ele, mas a sua família também. Agora, de acordo com a informação dada pelo site The Hollywood Reporter, Amber não ficou nem um pouco contente com a fala do ex-marido, e em um comunicado divulgado na quarta-feira, dia 3, seu advogado disse o seguinte:

Se a GQ tivesse feito uma básica investigação sobre as alegações do Sr. Depp, teria percebido rapidamente que suas declarações são totalmente falsas, começa o advogado da atriz.

O Sr. Depp desrespeitou descaradamente o acordo de confidencialidade das partes e, no entanto, recusou-se a permitir que a Sra. Heard respondesse às suas alegações infundadas, apesar dos repetidos pedidos para que ela fosse autorizada a fazê-lo. O Sr. Depp continua vergonhosamente seu abuso psicológico à Sra. Heard, que tentou colocar uma parte muito dolorosa de sua vida firmemente em seu passado. Basta olhar a evidência física para tirar a conclusão apropriada.

O caso envolvendo Amber e Depp se iniciou em 2015, quando a atriz foi ao tribunal alegando sofrer violência doméstica do ator há tempos. 

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!