Ana Paula Arósio processa concorrente da empresa que trabalhava

Ana Paula ArósioAna Paula Arósio (Foto: google)

Ana Paula Arósio ficou conhecida com a função de garota-propaganda da Embratel no final dos anos 90, na qual falava o famoso bordão “Faz um 21”.

Agora, anos depois, ela abriu um processo contra a Vivo, concorrente da Claro, que se fundiu com a Embratel, O motivo foi uma irritação da atriz.

Ela recebeu uma conta de 420 reais de uma linha de São Carlos em sua casa, com débitos de 2017, e alegou que nunca teve imóvel ou negócio naquela cidade, muito menos telefone com essa operadora.

Em 2015, ela partiu com o marido, o cavaleiro Henrique Pinheiro, para um vilarejo no interior da Inglaterra e, diante da chateação, passou a exigir nada menos que R$ 10 mil por danos morais para a Vivo.

“Ao ser insistentemente cobrada por faturas de contas não realizadas, por ser famosa e ficar completamente exposta ao ver seu bom nome inserido no rol dos maus pagadores”, alegou a advogada no processo.

A Vivo alega que a linha pertencia a Ana e a conta era devida, mas preferiu não se pronunciar sobre o assunto com a reportagem, bem como Ana Paula Arósio, que segue tentando viver no anonimato.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!