Angélica relata assédio aos 18 anos: “Empurrei"

AngélicaAngélica (Foto: google)

A apresentadora Angélica concedeu entrevista para a edição de outubro da revista Marie Claire. No bate-papo, ela falou sobre diversos assuntos, entre eles o episódio de assédio sobre José Mayer. Ela foi questionada se a denúncia contra o ator.

“Ajudaram, mas foi um conjunto de coisas. Hoje, na TV Globo, muitas mulheres em cargos poderosos estão de olho nisso. Por outro lado, na própria TV Globo a gente vive meio que uma moda, é legal falar que é feminista. Temos que tomar cuidado para não ficar só uma coisa raivosa”, afirmou a apresentadora.

Na sequência, Angélica relembrou um episódio em que ela sofreu assédio sexual.

“Teve uma história uma vez quando tinha 18 anos. Era Natal, estava em Nova York com meus pais e um conhecido apareceu no hotel com uma cara de louco, dizendo que queria conversar. Neguei. Entrei numa limusine, ele veio atrás. Tentou me agarrar à força. Empurrei, bati nele e saí do carro. Demorei a perceber o que aconteceu. Foi uma situação bem escrota, deu pra sentir como deve ser difícil quando você não tem força para reagir”, disse.

Também na entrevista, Angélica, que é casada com apresentador Luciano Huck e é mãe de três filhos, Joaquim, Benício e Eva, falou sobre maternidade: “Tem um certo romantismo em torno da maternidade. É divino, é um privilégio, mas é barra. A gravidez, realmente, não curto. Não amo a barriga, e não é porque prefiro gominhos, como dizem. É porque pesa. Gosto de quando nasce. Fico noites acordada, com peito rachado e não tem problema”.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!