Asia Argento uma das primeiras mulheres a denunciar Harvey Weinstein

Asia ArgentoAsia Argento (Foto: Reprodução)

A atriz italiana Asia Argento esteve entre as primeiras mulheres da indústria do cinema a acusar publicamente o produtor Harvey Weinstein se tornou uma das figuras mais importantes do movimento #MeToo. Seu namorado, o astro da culinária televisiva Anthony Bourdain, morto em junho deste ano, entrou na briga em sua defesa.

Mas nos meses que se seguiram a suas revelações sobre Weinstein, em outubro do ano passado, Argento chegou discretamente a um acordo para pagar US$ 380 mil (R$ 1,5 milhão) a um homem que a acusava por delito semelhante: Jimmy Bennett, um jovem ator e músico, a acusou de assediá-lo sexualmente em um quarto de hotel da Califórnia, anos atrás, quando ele tinha 17 anos e dois meses de idade e ela, 37 anos. Na Califórnia, sexo entre adultos e menores de 18 anos é ilegal.

A acusação e o acordo são delineados em documentos trocados pelos advogados de Argento e Bennett, que é ator desde criança e interpretou o filho da atriz em um filme.

Os documentos foram enviados ao jornal americano The New York Times em um email criptografado e de fonte anônima, e incluem um selfie que mostra os dois na cama, em 9 de maio de 2013.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!