Carta de Flávio Migliaccio é divulgada após morte e fãs condenam

Flávio MigliaccioFlávio Migliaccio (Foto: Reprodução da Internet)

O ator Flávio Migliaccio foi encontrado sem vida em seu sítio localizado em Rio Bonito, no Rio de Janeiro, e horas depois, começaram a circular informações de que ele teria deixado uma carta de despedida.

Na mensagem, confirmada pela polícia, ele faz um pedido de desculpas, com um lamento sobre velhice no Brasil ser “um caos”, como tudo no país, além de dizer que a humanidade não deu certo.

“Me desculpem, mas não deu mais. A velhice neste país é o caos como tudo aqui. A humanidade não deu certo. Eu tive a impressão que foram 85 anos jogados fora num país como este. E com esse tipo de gente que acabei encontrando. Cuidem das crianças de hoje!”, desabafou.

Foram trechos cruéis de serem lidos e, nas redes sociais, o público criticou a divulgação antiética das suas últimas palavras, já que a OMS (Organização Mundial da Saúde) coloca isso como algo a ser evitado.

“Não divulgue cartas ou bilhetes suicidas. O teor dessas mensagens não deve ser divulgado”, orienta a organização em um dos trechos. Entre as orientações, pede-se que sejam evitadas atualizações sobre a informação, fotos, possíveis causas, descrição, ou ainda tratar a situação como crime.

“Milhões de pessoas lutam diariamente contra a vontade de se matar. Cada suicídio noticiado encoraja essas pessoas a tomarem a atitude. Por isso não se noticia suicídio. Muito menos os detalhes”, criticou uma pessoa.

“Numa época de pandemia onde a saúde mental das pessoas está à flor da pele, vocês me metem uma carta de suicídio na chamada?”, questionou outra. “Desserviço publicar detalhes de um sofrimento desses”, afirmou mais uma.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!