Datena faz acordo após ter chamado Xuxa de ‘garota de programa’

DatenaDatena (Foto: google)

José Luiz Datena e Xuxa Meneghel entraram em acordo na Justiça em relação à polêmica de quando o apresentador chamou a rainha dos baixinhos de ‘garota de programa infantil’. O Ministério Público de São Paulo fez uma proposta que o apresentador da Band acabou aceitando.

Datena terá que fazer doação de 10 cadeiras de rodas a uma instituição de caridade, e assim ele fica livre da ação de calúnia, injúria e difamação.

Fabio Castello Branco Mariz de Oliveira, advogado de Datena, disse que o processo realmente foi encerrado graças ao acordo com o Ministério Público e que o apresentador, inclusive, já teria pago as dez cadeiras de rodas.

A audiência foi realizada no final de 2019 e contou com a presença do apresentador na 1ª Vara Criminal do Foro Regional de Pinheiros, que fica em São Paulo. Xuxa não foi a audiência, ela foi representada por seu advogado. A juíza deu o caso como ‘extinta a punibilidade por cumpricidade da transação penal’.

De acordo com o advogado de defesa de Datena, ele pagou o valor da doação no último mês de dezembro, mas o valor não chegou a ser revelado. A instituição indicada para receber as cadeiras de rodas oferece tratamento e também reabilitação a pessoas com paralisia cerebral.

Toda esta polêmica começou em 2017, quando Xuxa entrou na Justiça com uma queixa-crime contra Datena. O filho do apresentador exibiu no Brasil Urgente uma reportagem sobre uma criança que dirigiu o carro da mãe. Joel alegou que se fosse seu filho, daria uma punição física nele.

Xuxa divulgou a questão em suas redes sociais, alegando que ‘violência gera violência’. Datena entrou na polêmica e disse que o filho merecia palmadas quando assistia àquela “garota de programa infantil, que cresceu e continua infantil”. Por causa disso, a mãe de Sasha processou o apresentador da Band.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!