Fábio Assunção entra no Twitter e fala sobre ‘bullying coletivo’

Fábio AssunçãoFábio Assunção (Foto: Reprodução da Internet)

O ator entrou na rede social e escreveu:

“Nova rede social, novo corte de cabelo. Oi, pessoal!”. 

Na sequência, ele participou de uma live no Twitter, em que falou sobre bullying coletivo. “Vocês devem lembrar que criaram uma música com meu nome, virei máscara… Foi um bullying coletivo, de muita opressão… Ser ator desde cedo me custou a minha privacidade”, afirmou.

“Tudo o que acontece comigo é muito falado, colocado nas redes. No ano passado, auge dos memes, quando Começou o ‘sextou’ e o ‘ligar o modo Assunção’, eu não sabia muito como reagIr. Esse não é o foco da minha vida. Conversei muito com meu filho e ele sempre falou que era bobagem, besteira… Quando surgiu a música, que era agressiva, [percebi que a letra] também glamourizava o uso do álcool. As experiências que tive com drogas e álcool — infelizmente, eu tive — não tiveram essa beleza, não têm essa alegria. Embora as pessoas, pensem que ‘sextou’ é para enlouquecer e ser feliz, pode não ser assim”, continuou.

Na época da música, o João falou que achava que tinham pegado pesado e que eu tinha que tomar uma atitude. Eu e minha equipe pensamos no que fazer. Conversei, por videoconferência com a banda, e o autor me falou que não tinha noção dos números da dependência química. Não acho que tenha sido má-fé. Eles disseram que me adoravam, que tinha sido uma homenagem (risos). Pô, podia ser uma homenagem de outra forma”, finalizou.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!