Fábio Porchat diz que vai se resolver com Deus após vídeo polêmico

Fábio PorchatFábio Porchat (Foto: google)

Fábio Porchat está causando polêmica após lançar o filme “A Primeira Tentação de Cristo” com o Porta dos Fundos na Netflix. 

Trata-se de uma sátira sobre a vida de Jesus, que não foi bem recebida pelos cristãos nas redes sociais. Na ocasião, muitos o acusaram de blasfêmia e desrespeito.

No filme, Jesus Cristo (Gregório Duvivier) chega a se envolver com o personagem de Porchat, que se pronunciou pela primeira vez sobre o assunto.

Em seu perfil no Twitter, ele pediu que os cristãos não se preocupassem com a sua vida espiritual, já que se resolverá com Deus futuramente.

“Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus, está de boa, não precisa se preocupar não. Agora pode voltar a se indignar com a desigualdade que destrói nosso país”, disparou.

“Mas tem que se indignar com o mesmo fervor, está bem?”, ironizou, insinuando que as pessoas que o criticam não se importam com os verdadeiros problemas da sociedade.

No Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) se revoltou com o que viu e fez questão de detonar o filme .

“A Netflix acaba de lançar um ‘Especial de Natal’ onde Jesus Cristo é gay e tem relações com Fábio Porchat, além de se recusar a pregar a palavra de Deus”, declarou o filho do presidente Jair Bolsonaro.

“Somos a favor da liberdade de expressão, mas vale a pena atacar a fé de 86% da população? Fica a reflexão”, disparou. Em resposta, parte dos fãs concordaram com ele e detonaram o filme.

Outros, porém, detonaram a crítica. “Sou cristão e adorei o especial. Nao são hipocrita como sua família, que se diz cristã mas adora um dedo no c* e gritaria. Então vai se foder, boa tarde”, comentou um.

O intérprete de Jesus no filme também fez questão de comentar e ironizou a situação, dizendo: “Caramba, tá todo o mundo assistindo mes-mo! Foda”.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!