Fani pacheco diz que estava mais feliz gordinha

Fani Pacheco Fani Pacheco (Foto: AGNEWS)

"Quem diz que só gosta de comer verduras e legumes mente. Gosto de comer de tudo. A minha vida toda eu comia, mas como malhava muito, não engordava. Perdi minha mãe em 2014, tive depressão e me deixei levar porque não queria malhar nem fazer dieta", conta.

No primeiro momento, Fani disse que teve vergonha de aparecer na mídia fora do peso, mas conseguiu reverter a situação graças a uma terapia de aceitação. "Fiquei questionando se tinha o direito de ser gorda. Comecei a gravar uns vídeos brincando com a situação de não entrar mais nas roupas e aí decidi ter um canal para falar sobre distúrbios alimentares, depressão e aceitação. Voltei a ser a Fani alegre, espontânea e vaidosa, só que mais fortinha. Estava feliz mais gordinha", afirma.

Foram 21 quilos em cinco meses. Fani Pacheco, que estava lucrando com a carreira de modelo plus size, teve que rever suas medidas e seu estilo de vida, após exames indicarem síndrome metabólica, conjunto de condições que aumentam o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!