Frota é condenado á pagar R$ 295 mil por injúria à Jean Wyllys

Alexandre FrotaAlexandre Frota (Foto: Reprodução)

Alexandre Frota foi condenado pela Justiça Federal a indenizar Jean Wyllys em R$ 295 mil. O ator foi acusado de difamação e injúria por ter atribuído uma fala falsa sobre pedofilia ao político, em 2017.

“A frase foi criada com a finalidade de difamar Jean Wyllys, causando na comunidade cibernética o sentimento de repúdio por empatia emocional com as vítimas de pedofilia”, escreveu a juíza federal Adriana Freisleben de Zanetti.

O deputado federal eleito pelo PSL-SP compartilhou uma frase em sua página nas redes sociais e nomeou o também deputado federal do PSOL-RJ como autor. “A pedofilia é uma prática normal em diversas espécies de animal (sic), anormal é o seu preconceito.”

Sobre a decisão, o ex-BBB contou que é a favor do direito das minorias, mas não da pedofilia, que é quando um adulto sente atração sexual e perversão por menores de idade.

A juíza lembrou durante a sentença que a defesa de Frota pediu para a Justiça não aceitar a queixa-crime contra ele, já que Wyllys estaria usando o caso como “palanque eleitoral”, e que não teria cometido nenhum delito.

Para a magistrada, Frota “ao exercer seu direito à livre manifestação do pensamento, claramente excedeu os limites constitucionais, porquanto atentou diretamente contra a honra e imagem do deputado federal Jean Wyllys”.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!