Gloria Perez é criticada por analogia entre tragédia e cultura gamer

Gloria PerezGloria Perez (Foto: google)

Gloria Perez virou alvo de críticas de internautas ao relacionar o massacre de uma escola em Suzano, São Paulo, com a “cultura dos games”.

“Essa tragédia de Suzano parece ter tudo a ver com a cultura dos games”, postou no Twitter.

Dentre as mensagens recebidas, a autora decidiu responder uma que dizia:

“Acho uma injustiça colocar a culpa nos games. No mundo existem bilhões de jogadores de jogos de plataforma, a maioria delas não sai matando. Jogos não transformam pessoas em assassinos, assim como novelas não influenciam a práticas ilegais. Afinal, é tudo ficção e entretenimento”.

“Não foi isso que eu disse quando falei em cultura de games”, rebateu a veterana. “O que eu quero dizer é que a pessoa age como se estivesse num game, como se os humanos fossem bonecos de games!”

Em tempo: Dois jovens invadiram uma escola em Suzano, na grande São Paulo, na última quarta-feira e mataram 8 pessoas. Os assassinos ainda se mataram. 11 outras pessoas ficaram feridas.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!