Johnny Depp cortou o próprio dedo e culpou sua ex-esposa

Johnny DeppJohnny Depp (Foto: Reprodução da Internet)

Johnny Depp cortou o próprio dedo e culpou sua ex-esposa, a atriz e modelo Amber Heard. A ação do ator veio à público em uma série de mensagens de texto enviadas por Depp ao seu médico pessoal. As mensagens foram divulgadas pelos advogados do jornal britânico The Sun durante o julgamento do pedido de indenização feito por Depp à publicação por tê-lo chamado de “espancador de esposa” em um artigo publicado em 2018.

Já em uma outra ação movida por Johnny Depp, contra a ex-esposa, pedindo US$ 50 milhões em indenização por ela tê-lo acusado de agressões domésticas, ele alega que foi vítima de agressões domésticas por parte dela, citando um corte na ponta de seu dedo do meio da mão direita.

As mensagens obtidas pelo The Sun, trocadas entre o ator e o médico David Kipper e apresentadas para colocar em xeque a credibilidade do astro, mostram Depp admitindo ter sido ele o responsável pelo mesmo ferimento em sua mão.

“Eu cortei a ponta do meu dedo do meio… O que eu devo fazer!?? Além, é claro, de ir a um hospital… Eu estou tão constrangido em me meter em qualquer coisa junto com ela… F***-SE O MUNDO!!! JD”, diz o texto datado de 7 de março de 2015.

Uma mensagem enviada por Depp ao mesmo médico 12 dias depois reafirma o ocorrido: “Obrigado por tudo. Eu cortei o meu dedo do meio como uma lembrança para que jamais corte o meu dedo outra vez!! Eu te amo, irmão. Johnny”.

Fora o processo de Depp contra o The Sun, o ator também está envolvido no processo movido por ele contra Amber Heard, pedindo US$ 50 milhões em indenização por ela ter publicado um artigo no jornal The Washington Post em dezembro de 2018 no qual fala sobre as agressões domésticas constantes que sofreu durante um relacionamento – apesar de não citar o nome de Depp, ficou implícito que ela estava falando sobre seu casamento com ele.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!