Justiça penhora direito autoral de Belo em ação do ex-jogador Denilson

BeloBelo (Foto: Google)

O TJ de São Paulo ordenou a penhora dos direitos autorais de Belo para pagar a ação vencida pelo ex-jogador Denilson. A dívida do cantor é de R$ 4,7 milhões. A Justiça, inclusive, enviou ofício à Apple pedindo esclarecimentos sobre a comercialização dos direitos autorais de Belo nas mídias digitais.

O processo movido por Denílson é por quebra de contrato. O ex-jogador era empresário da banda Soweto, que tinha Belo como vocalista, mas ele deixou o grupo para fazer carreira solo. Na Justiça, o atual comentarista da Band alega que Belo não pagou indenização ao sair do grupo.

Com o bloqueio dos direitos autorais de Belo, a Justiça busca saber mais informações sobre o recolhimento dos direitos em plataformas musicais. A Apple Brasil, no entanto, acrescentou que essa solicitação deve ser feita às empresa que representam os direitos autorais do musico.

Após a vitória na Justiça, a defesa de Denilson e o Tribunal não encontraram bens em nome de Belo. Em 2018, os cachês de apresentação de Belo foram bloqueados judicialmente, mas os valores não cobriram a dívida.

 

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!