Latino teria sido extraditado dos EUA por roubar carros

LatinoLatino (Foto: Reprodução da Internet)

O cantor Latino, em entrevista a Leo Dias, da Rádio Metrópoles 104,1 FM, falou sobre algumas polêmicas ao longo de sua vida. Para o jornalista, ele confirmou que foi viciado em sexo e precisou ser internado para tratamento. O artista ainda contou que tinha a necessidade de transar 10 vezes por dia.

Latino também revelou que foi à falência três vezes após a fama. A primeira aconteceu porque ele era viciado em apostar em corrida de cavalos. Ele precisou vender tudo o que tinha para se recompor financeiramente.

“Vendeu carro, casa, terreno, tudo o que tinha. Ficou pobre mesmo”, afirmou Leo Dias.

Com o nome de batismo de Roberto de Souza Rocha, ele virou Latino quando morava nos Estados Unidos. Mas, após ser preso roubando carros no país, ele foi extraditado para o Brasil.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!