Marcão do Povo sugere ‘campo de concentração’ para infectados pelo coronavírus

Marcão do PovoMarcão do Povo (Foto: Reprodução da Internet)

Apresentador do SBT, Marcão do Povo aproveitou seu espaço no canal de Silvio Santos para sugerir a criação de um ‘campo de concentração’ para isolar os casos confirmados de pessoas infectadas com o novo coronavírus.

“Não seria interessante pegar, por exemplo, montar um campo de concentração, com equipamentos sofisticados, com os melhores profissionais e colocar essas pessoas com problemas e sintomas… E acaba também de ter que espalhar dinheiro pros estados. Esse negócio de vários governadores que nem sequer um caso foi comprovado e o estado decretou calamidade. O estado tem necessidade de decretar calamidade? Não tem!”, afirmou.

“O senhor [Jair Bolsonaro] é o presidente da República, dá um decreto, põe o exército nas ruas, e aí o governador que descumprir… cana. Monta um campo, um local adequado e trata as pessoas lá. Os comércios abre e funcionam tudo normalmente, para não ter esse negócio de espalhar dinheiro e todo mundo estar vivendo desse jeito”, continuou.

Por fim, ele voltou a enfatizar a sugestão:

“É uma ideia que eu tô dando, a população pode concordar ou não concordar, o Presidente pode acatar ou não acatar. Eu acho que vai voltar a tudo ao normal, ‘vamo’ voltar todo mundo a trabalhar, a vida vai seguir. É uma ideia, fica a dica!”.

Implementados pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, campos de concentração eram prisões em que os prisioneiros, em sua maioria judeus, eram submetidos a trabalhos forçados, torturas e maus tratos, e na maioria dos casos eram assassinados.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!

Mais lidas

    Publicidade