Marido de Patrícia Abravanel defende corte de salários na Câmara

Fabio FariaFabio Faria (Foto: Reprodução da Internet)

O deputado federal Fabio Faria (PSD-RN) defendeu o corte de até 50% dos salários dos Três Poderes durante a pandemia do novo coronavírus. A atitude foi aprovada pela cunhada, Rebeca Abravanel, e pela esposa, Patrícia Abravanel.

“Vamos todos fazer a nossa parte para combater o coronavírus. Eu proponho que tenhamos espírito humanitário e que todos os poderes – legislativo, executivo e judiciário – em todas suas esferas – federal, estadual e municipal – possam contribuir reduzindo os salários durante a pandemia”, considerou o parlamentar.

A proposta veio com a recomendação para que, caso a ideia se torne palpável, que seja de forma “equilibrada e justa”. 

“Precisamos fazer isso de forma equilibrada e justa, com a certeza de que serão alocados para salvarmos vidas na diminuição do impacto no desemprego”, apontou.

Fabio lembrou uma das recentes propostas do ministro da Economia, Paulo Guedes, como a redução de 50% dos salários, para que empresas sobreviva durante a crise. 

“Ontem, o Paulo Guedes trouxe uma série de iniciativas importantes sobre jornada e salário, redução de 50% para que as empresas possam sobreviver e trabalhar pela manutenção de empregos, pra não aumentar a escalada do desemprego”, afirmou.

Em seguida, o genro de Silvio Santos revelou que recebeu perguntas sobre o motivo do Parlamento não ter cortado seus salários. “Sem demagogia nenhuma, até porque o Parlamento tem aprovado medidas importantes, tem trabalhado em conjunto com o governo. O que o governo pediu, o Parlamento aprovou”, defendeu.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!

Mais lidas

    Publicidade