Polícia ouve testemunha de Felipe Prior em investigação de estupro

Felipe PriorFelipe Prior (Foto: Reprodução da Internet)

A investigação de estupro que envolve Felipe Prior segue em andamento em delegacia da Mulher de São Paulo. A primeira testemunha de defesa do ex-BBB foi ouvida nesta semana pela 1ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo.

A polícia ainda vai ouvir seis pessoas e a expectativa da delegada Maria Valéria Pereira Novaes é que o inquérito seja encerrado em duas semanas.

“Nosso inquérito está em andamento e acreditamos que ele será encerrado em duas semanas. Nós já ouvimos as três meninas pessoalmente e ouvimos, essa semana, uma testemunha do Prior. Nas próximas duas semanas, vamos ouvir as outras seis testemunhas do Felipe”, disse a titular ao jornal.

Segundo o inquérito, apenas três possíveis vítimas de Felipe Prior formalizaram a denúncia. A quarta mulher que teria procurado as advogadas de acusação do caso não foi ou será interrogada pela delegacia.

Maria Novaes acrescentou que, se for o caso, na próxima etapa, a possível quarta vítima – que mora fora do país – poderá ser ouvida se os promotores julgarem necessário.

“Eu expliquei às advogadas de acusação que elas poderiam acrescentar a declaração que tinham colhido dessa vítima, mas seria impossível conseguirmos interrogá-la, já que ela não mora no Brasil. Quando o caso for encaminhado ao fórum, elas podem apresentar aos promotores e, se eles entenderem que é possível ouvir essa possível quarta vítima, eles farão isso por meio de videoconferência ou de alguma outra forma”, explicou.

O ex-BBB, por meio de sua assessoria, informou que está tomando todas as medidas jurídicas existentes para defendê-lo e disse que são infundadas as acusações que foram apresentadas contra ele.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!