Rapper que fez tatuagem em homenagem a Prior diz que acusações são falsas

PriorPrior (Foto: Reprodução da Internet)

Murilo Guccin, que fez uma tatuagem escrito “Se ficar puto é Prior”, em homenagem ao ex-participante do BBB20, disse que as acusações de estupro contra o arquiteto são falsas.

“Para de acreditar em bagulho fake”, escreveu Guccin no Twitter sem apresentar provas de que as denúncias são falsas, logo após a publicação de uma reportagem da Revista Marie Claire em que Prior é acusado de cometer dois estupros e uma tentativa de estupro entre os anos de 2014 e 2018.

O rapper havia prometido tatuar a frase “Se ficar puto é Prior” caso o participante fosse o campeão da edição, mas decidiu levar a ideia em frente mesmo após a eliminação do brother.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!

Mais lidas

    Publicidade