Viúva revela dívidas de Chico Anysio e abandono de enteados

Malga di PaulaMalga di Paula (Foto: Reprodução da Internet)

Malga di Paula, viúva do humorista Chico Anysio, falou pela primeira vez sobre como estava a situação financeira do humorista na época em que ele morreu, há oito anos.

“Quando eu casei com ele, ele tinha 67 anos e estava começando uma vida de novo. Ele tinha dinheiro, e foi com parte desse dinheiro que foi comprado a casa de Malibu. O Chico tinha salas em shopping, casa em São Conrado, dinheiro investido, apartamento em Nova York. Ele estava começando de novo, e com o valor que ele recebia da Globo, ele reconstruiria um bom patrimônio durante esses 14 anos que a gente viveu junto. Só que lá por 2003, ele resolveu que queria comprar cavalo. A questão dele não foi aposta em cavalo, foi comprar cavalo para botar para correr. Ele comprou um cavalinho, outro cavalinho, outro cavalinho… Ele se perdeu completamente, pior do que um vício. Foi uma coisa muito triste”, disse ela.

“Teve uma época que ele gastava R$ 600 mil por mês com cavalos. Ele ganhava isso, e ainda tinha todas as nossas despesas, que não eram poucas: pensão de ex-mulher, mesadas dos filhos e netos… Ele acabou vendendo tudo que a gente tinha, gastou todo o dinheiro que tinha aplicado, pegou empréstimos e adquiriu um monte de dívidas”, completou Malga.

Atualmente, Malga briga na Justiça com os herdeiros de Chico para ter direito aos bens do comediante. No testamento, que foi anulado recentemente pela pela própria Justiça, ela ficou com os bens materiais, e os filhos com o patrimônio intelectual. A empresária afirma que desde que o comediante morreu, em março de 2012, nunca mais conseguiu falar com os filhos do ex-marido.

“Nunca ninguém me respondeu. Se hoje, qualquer filho ligasse para mim, eu jamais deixaria de falar com um filho do Chico. Não há advogado no mundo que me proíba a falar com o filho do homem que eu amei. Acho um absurdo. Fico triste”, diz Malga, chorando.

Curta a fanpage no Facebook e Siga-nos no Instagram!